quinta-feira, novembro 25, 2010

domingo, novembro 21, 2010

Instinto

sm (lat instinctu) Estímulo ou impulso natural, involuntário, pelo qual homens e animais executam certos atos sem conhecer o fim ou o porquê desses atos.

terça-feira, novembro 16, 2010

"Yo creo que desde muy pequeño mi desdicha y mi dicha al mismo tiempo fue el no aceptar las cosas como dadas. A mí no me bastaba con que me dijeran que eso era una mesa, o que la palabra madre era la palabra madre y ahí se acaba todo. Al contrario, en el objeto mesa y en la palabra madre empezaba para mi un itinerario misterioso que a veces llegaba a franquear y en el que a veces me estrellaba.

En suma, desde pequeño, mi relación con las palabras, con la escritura, no se diferencia de mi relación con el mundo en general. Yo parezco haber nacido para no aceptar las cosas tal como me son dadas."

Cortázar

segunda-feira, novembro 15, 2010

(Vejo semelhanças entre meu processo literário atual e uma infecção urinária. Preciso de tempo - e água, principalmente.)

domingo, novembro 14, 2010

Júpiter

Quero estabelecer um pacto onde fica mutuamente acordado que esta noite você preenche meus entrededos com os seus de modo que fiquemos seguramente entrelaçados até que eu sinta suficiente paz para folgar meus músculos, repousar as minhas pálpebras e minha alma possa enfim embarcar rumo ao Sono, ao Nada, ao reino do até então Desconhecido. Quero te dar dois presentes: uma fita cassete com todos os meus sons e um desafivelar de cinto. No primeiro você me decora para nunca mais me errar, no segundo você sabe o que fazer. Quero sair à francesa de todos os seus espetáculos, mas à meia-noite te encontrar no camarim. Quero ser sua espécie de cor, de pretexto, de graça.

Saturno

Aí, quando distante dos holofotes, deito no teu colo e te peço: por favor me desbota, me afrouxa, me faz vulnerável.

terça-feira, novembro 09, 2010

segunda-feira, novembro 08, 2010

Aquiles

Sonho muito importante, tentei levantar no meio da madrugada para tomar nota mas minha cabeça pesava cerca de mil toneladas e pendia para o outro lado do travesseiro. O despertador me acordou religiosamente às 7 horas e esqueci o que sonhei. Obviamente puxei meu chicotinho. Post-it: ser mais disciplinada, oniricamente falando.

Tive ânsias de você, mas disse que não, que nunca. Se todos os meus sinais me entregam de bandeja, ao menos me dou ao luxo de salvar o verbo.

(Não sei me explicar bem, me falta foco.)

Assisti Chanel no seu tórrido romance com Igor Stravinsky e achei bonito; forte, maduro, aromático, poético, bem pontuado.

No mais, a vida caminha tal como lhe cabe fazer. O que me impulsiona para frente é saber que nos amanhãs tudo se transforma, os dias são incrivelmente transmutáveis. O que me impulsiona para frente é, também, o meu calcanhar.