quinta-feira, dezembro 29, 2011

Feliz 2012 a todos os olhos que por aqui fingem que não passam.
Espionando, descobri que em 2012 tenho regência de Marte. O próprio bem posicionado em Leão. Vênus em Escorpião, brincando. Além, uma verdadeira orgia planetária na casa VIII. Definitivamente, não preciso de mais nada. Favor não entrar na minha frente, esse ano é meu. Obrigada, obrigada, obrigada!

a love supreme (its all about yesterday)

Você ainda dormia. Pensei em deixar um bilhete para agradecer pela noite, por dividir o cobertor, a toalha, as cervejas, o baseado, sorrisos, carinho, pele, por todos esses anos, por todos os nossos desencontros. Registrar bem querer. Enxuguei o cabelo e segui em frente - pisando leve para que meu salto não te acordasse. Depois as ruas acobertaram minha fuga. Até o céu, meio cinza. Foi fácil.

sábado, dezembro 24, 2011

Eu digo que, estando tudo interligado, você move o mundo quando move uma palha. Eu não estou pregando ecologia, moral ou bons costumes. Eu estou dizendo que se você levantar da cadeira para atravessar a rua, por exemplo, você estará interferindo no Universo.

quinta-feira, dezembro 22, 2011

Aos medíocres, lhes basta o que sobra das mesas de Roma. Dou, pois, a César o que é de César. Aos cães o que é dos cães. Bom apetite!

domingo, dezembro 18, 2011

O amanhã será obrigatoriamente celebrado.
O amanhã quer ouvir aplausos.

verão

Estou procurando algum resquício de gaivota nos seus braços. Nós, que costumávamos velejar, talvez tenhamos nos transformado noutra coisa. Você me pergunta se já é tarde, desliga a televisão, me convida para deitar - e eu me posiciono sob seu corpo buscando outra vez aquele esquecido cheiro de mar.

águia

por Rafael Silva, 2006 (?)

"Ela que vem e anda e sabe a verdade
Tem todo um jeito próprio de amar
Se aproximar da ferida e curar com delicadeza
Às vezes falha, mas não interessa
Obstáculos...
Cair na rotina...
Os tentáculos que envolvem seu ser
A prendem na razão de um robô
E logo ela sente que quer mais da vida
Se solta tão facilmente
Esquece que é gente
Uma águia que despenca do céu
Só pelo prazer de sentir que vai morrer
E de repente se lembrar que ainda há vida
E viver..."

terça-feira, dezembro 06, 2011

da série: diálogos inesquecíveis (parte XIV)

Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças
(Michel Gondry, 2004)

"- I could die right now. I'm just… happy. I'm just exactly where I want to be."

segunda-feira, dezembro 05, 2011

Senhores, não esqueçam de vestir suas máscaras ao sair de Casa. Estejam à vontade. Compreendo que vocês possam se sentir inábeis sem o artifício. Sou uma mulher deveras compreensiva, afinal.