segunda-feira, janeiro 30, 2012

L'amour fou


"Para viver, todo homem precisa de fantasias estéticas. Eu as persegui, procurei e segui. Passei por muitas angústias, muitos infernos. Marcel Proust me ensinou que a magnífica e lamentável família dos nervosos é o sal da Terra. Não escolhi essa linhagem fatal, entretanto é graças a ela que subi ao céu da criação, que me aproximei dos criadores do fogo que falava Rimbaud, que me encontrei e entendi que o encontro mais importante da vida é consigo mesmo."

Yves Saint Laurent.


Extraído do belíssimo documentário O Louco Amor de Yves Saint Laurent, 2010.

segunda-feira, janeiro 23, 2012

Hoje o dia me reservou minutos deslumbrantes: 1) uma menina leu Uma Aprendizagem (ou o Livro dos Prazeres) no engarrafamento; 2) rimos sem fim de um makimono mergulhar desajeitado no molho shoyu; 3) narrei os episódios anteriores entre um beijo seu e outro beijo seu.

quarta-feira, janeiro 18, 2012

Tudo em nós é disparate: os olhos tagarelam, as horas criam asas, o carro vira cama. Nos dêem uma cartola e então criaremos coelhos.

terça-feira, janeiro 03, 2012

Estou tão fresca que um sabiá pousou em mim. Pensou que eu fosse árvore, confundiu.