quarta-feira, novembro 28, 2012

No meu trabalho, a senha do meu computador é "bomdiavida" para que eu não passe nenhuma manhã sem lembrar de cumprimentá-La.
Eu brigo quando estou entediada. Cada um com seu hobby.

terça-feira, novembro 27, 2012

Aos covardes que se julgam suficientemente políticos e diplomáticos para permanecer em cima do muro, devo alertar que ao menos sejam cautelosos e inteligentes para que não cometam qualquer movimento brusco ou passo em falso - porque quem cai de cima do muro é devorado tanto de um lado, quanto do outro.

segunda-feira, novembro 26, 2012

Que me perdoem os modestos, mas depois que discurso tão veemente sempre tenho vontade de me pedir um autógrafo. Sou minha fã.
Nunca falta argumento aos que têm intimidade com a linguagem. Todo ponto de vista se torna válido quando você sabe defendê-lo. Por outro lado, não adianta bulhufas ter uma opinião coerente e precisa se você não souber comunicá-la como deve. Contrate um intérprete ou sairá perdendo de cada discussão. Tudo é questão de palavra.

segunda-feira, novembro 19, 2012

Querida Thaís,

A miséria é um monstro. É assustador. Constato o que eu sempre soube: o meu ponto fraco é a humanidade. Quero colocar o mundo no colo. Transbordo de pena, viro uma manteiga derretendo - eu que sempre fui tão metida a forte.

Minha gastrite chegou de mala e cuia, então vou passar a noite em casa. Há anos eu não usava medicação regularmente, era raro sentir dor, mas essa semana precisei voltar. Pelo menos enquanto dói, pretendo manter distância da cerveja e do café. Sou tão nova! Comi canja. Seria ótimo se você estivesse por aqui hoje, temos muito para falar.

Apesar de tudo, eu posso dizer que tenho me sentido feliz. Os meus braços estão abertos - e só esta frase bastaria, compensa todo resto. A vida tem se desdobrado e me mostra que pode ser infinita.

Me conte o que eu perdi dos seus dias! Quero voltar a acompanhar.

Um beijo,

Natasha
E quantos são os que amam em silêncio? Nunca senti amor que não gritasse. Amor esperneia, toca sirene, solta fogos.

quinta-feira, novembro 15, 2012

Só é julgado aquele que aceita de bom grado a condição de réu. Eu levantei o meu dedo para dizer que você precisa comer muita estrada antes de apontar o seu.

sábado, novembro 10, 2012

Eu sempre quis fazer algo grande e finalmente começo a vislumbrar uma possibilidade concreta. Eu não tenho a pretensão de mudar o mundo, mas sei que vim até aqui para dar uma boa chacoalhada.

quinta-feira, novembro 08, 2012

Hoje uma outra senhora me desejou portas abertas, ao invés de desejar a já manjada felicidade. Poético, também.

domingo, novembro 04, 2012

quando a Vida é gentil

As janelas ficam abertas para que eu consiga ver a lua da minha cama. Chet Baker, no som, está cantando You're My Thrill. Tenho a meia luz do abajur. Pela primeira vez em tanto tempo, me sinto completa. Noutra faixa, agora, as primeiras notas de Daydream. O domingo está minguando lentamente e eu, tão privilegiada, assisto de perto. É muito gostoso estar aqui. Eu agradeço.
Estou tão fértil! Se apanho qualquer chuvinha, em mim já crescem raminhos frescos de todas as cores. Ao menor sinal de raio de sol, tudo floresce. Delicadeza.