segunda-feira, novembro 11, 2013

E, como já bem disse Saramago, "sentir, como perda irreparável, o findar de cada dia".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lá vai você...