sábado, novembro 16, 2013

Sobre o que de fato tem que ser, sobre o que lhe é reservado em absoluto, não é necessário nenhum grande gesto ou esforço em prol de. Os acontecimentos é que te procuram, prontos, e te acham desprevenida na próxima esquina. Num rosto, num convite, numa dita coincidência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lá vai você...